Aventure-se connosco e conheça paisagens com montanhas e vales de cortar a respiração no Nepal, o paraíso dos montanhistas. Esta marcha de montanha (trekking) vai levar-vos ao acampamento base do Annapurna, pertencente às famosas 14 montanhas com mais de 8000 metros de altitude. Não só veremos esta montanha, como outras de 6000 metros a 8000 metros de altitude durante a nossa marcha de montanha ( trekking ). Passaremos por florestas, rios, e lodges - nome dos refúgios onde iremos pernoitar - Em Kathmandu também iremos visitar e percorrer as famosas ruas e lojas de Thamel, parte turística de Kathmandu, de onde as expedições partem para a conquista dos cumes mais altos do Mundo. Uma aventura inesquecível que ficará para sempre na sua memória. Saia da sua zona de conforto, e participe numa aventura única, num País extraordinário.

Kathmandu.jpg


ITINERÁRIO

1º Dia: ( Deverá sair de Portugal, 24 horas antes da chegada a Kathmandu, Nepal)

Chegada a Kathmandu,, Aeroporto Internacional Tribhuvan - 1350 metros de altitude e transfer para o hotel.

Iremos encontrar-mo-nos com os restantes elementos da organização na chegada ao aeroporto , onde nos levarão em transporte privado até ao Hotel em Thamel. Nesta localidade em Kahtmandu, poderemos encontrar muitas lojas, bares, restaurantes. A pernoita neste Hotel está incluída na actividade, com pequeno-almoço.

2º Dia: Dia de descanso e preparação do trekking

Este dia servirá para um “briefing”, preparação do equipamento e da permissão especial do trekking do Manaslu. 


3º Dia: Viagem de autocarro para Arughat, 126 quilómetros e depois para Soti Khola, 36 quilómetros. 6 a 8 horas.

Percorreremos a estrada de Prithv, a ocidente de Kathamdu, onde teremos por companhia, paisagens fantásticas para o Rio Trishuli. Arughat situa-se nas duas margens do Rio Buhdi Gandaki, ligadas por uma ponte suspensa. Nas duas horas seguintes chegaremos a Soti Khola. Passaremos por Dhading Bensi, que é a capital do Distrito de Dhading. Teremos como paisagens a cordilheira Manaslu e Ganesh Himal, pequenas vilas ao longo do Rio Budhi Gandaki, até Soti Khola.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

Kaligandaki_ghasa.jpg

4º Dia: Soti Khola até Machha Khola, 890 metros de altitude. Distância: 10 Quilómetros. Duração: 6 a 7 horas.

Um dia longo nos espera até Machha Khola. Após o pequeno-almoço iniciaremos a marcha de montanha, com paisagens de quedas de água. Subiremos até uma aresta acima dos rápidos do Rio Budhi Gandaki até à aldeia Liding (750 metros de altitude). Seguiremos o nosso trilho até Khursane a 750 metros de altitude. Após o Rio Budhi Gandaki começaremos a visualizar as magnificas paisagens do Circuito do Annapurna entre Bahundand e Syange. Passaremos por arrozais até à Vila de Lapresi. Seguiremos o nosso trilho que nos levará a ponte suspensa. Após esta passagem em breve chegaremos ao nosso objectivo do dia, a vila de Machha Khola.

A pernoita será em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

bhudi Gadanki.jpg

5º Dia: Machha Khola até Dobhan, 1070 metros de altitude. Duração: 4 a 5 horas.

O trilho de hoje será marcado por algumas subidas e descidas. Cumes do Manaslu Himal e Kutang Himal serão avistados neste trajecto. Khorla Besi é uma pequena e bonita Vila Gurung, fazendo parte de muitos Trekking´s. Após outra subida, chegaremos a Tatopani. Passaremos novamente por uma ponte suspensa acima do Rio Budhi Gandaki, subiremos por uns degraus construídos pelos habitantes numa aresta, até chegarmos a Dobhan, onde iremos pernoitar.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

Tatopani_jpeg_220.jpg

6º Dia: Dobhan até Philim, 1570 metros de altitude. Duração: 5 a 6 horas.

Após o pequeno-almoço, seguiremos em direcção a Jagat. Este local é o início/entrada da Área de Conservação da Região da Montanha Manaslu. Passaremos por zonas onde estão presentes as famosas bandeiras de oração Budista. Depois de Jagat, seguiremos para Dudh Pokhari Khola. Seguiremos o nosso trilho, onde teremos por companhia arrozais e campos de milho. Voltaremos a subir e seremos brindados pelo brilho dos cumes nevados das montanhas Singri Himal e Langiu Himal. Após várias subidas e descidas ao longo deste dia, chegaremos à extraordinária vila de Philim, onde iremos pernoitar.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

Philim.jpg

7º Dia: Philim até Deng, 1860 metros de altitude. Duração: 4 a 5 horas.

O trajecto de hoje tende a ser mais “calmo” com paisagens naturais de cortar a respiração. Cumes nevados ao nosso redor, com impressionantes quedas de água em ambos os lados do vale que estamos a percorrer. até Ekle Bhatti. Entramos num desfiladeiro íngreme e deserto, até uma zona relvada e rodeada de pinheiros., onde voltaremos a cruzar o Rio Budhi Gandaki através de uma ponte suspensa, até à outra margem do rio, onde iremos percorrer um trilho rodeado de bamboo, até à Vila de Deng.

A pernoita será num refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

Deng.jpg

8º Dia: Deng até Ghap, 2250 metros de altitude. Duração 4 a 5 horas.

Após o pequeno-almoço subiremos até Sringi Khola, acima do Rio Budhi Gandaki. Seguiremos por um trilho onde iremos encontrar vários shorten´s (memoriais), antes de chegarmos à vila de Ghap. Este locais são indicadores do Budismo Tibetano. Ao chegarmos a Ghap, teremos a possibilidade de observar as semelhanças do estilo de vida tibetano.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

 9º Dia: Ghap até Namrung, 2660 metros de altitude. Duração: 4 a 5 horas.

Desde a vila de Ghap, o nosso objectivo de hoje será Namrung. Iniciaremos o trilho via Prok Town. Passaremos por um desfiladeiro sobre o Rio Budhi Gandaki. Passaremos por florestas e bambos.. Veremos vários animais típicos da região, até chegarmos a Namrung. Um dia calmo de marcha de montanha até aos 2660 metros de altitude, onde iremos pernoitar.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

namrung-village.jpg

10º Dia: Namrung até Lho, 3180 metros de altitude. Distância: 11 Quilómetros. Duração: 5 a 6 horas

Sairemos de Namrung através de um ponte sobre o Rio Budhi Gandaki, até passarmos por terrenos agrícolas. Assim que começarmos a subir até Nupri, o idioma falado aqui começa a ser a língua Tibetana. Durante a marcha de montanha passaremos por vários tipos de terreno. A medida que o dia avança, conseguiremos ver de mais perto a imponente montanha Manaslu com 8156 metros de altitude e o cume Naike com cerca de 5515 metros de altitude. Brevemente chegaremos ao nosso objectivo do dia a 3180 metros a vila de Lho. Em Lho podemos encontrar um mosteiro e vários “shortens” , marcas de civilização Tibetana.

Pernoita em refúgio com pequeno-almoço, almoço e jantar.

lho.jpg

11º Dia: Lho até Samagun, 3530 metros de altitude. Distância: 17 Quilómetros. Duração: 4 a 5 horas.

Desde Lho teremos o privilégio de observar muitas montanhas durante o trilho, tais como Ngadi Chuli - 7879 metros de altitude, HiungChuli - 7879 metros de altitude, entre outras com 7000 metros de altitude. Desde a localidade Shyala, iremos percorrer o local que deu origem ao Glaciar de Pungyen. Ao caminharmos pela moreia do glaciar, iremos passar por vários mosteiros e “shortens”. À medida que avançamos no terreno, este torna-se mais desafiador até Thosang Khola. Aqui desceremos um pouco na moreia do glaciar até entrarmos nos campos da aldeia Samagun, onde iremos pernoitar.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

samagon.jpg
jomsom-muktinath-trek26.jpg

12º Dia: Dia de descanso em Samagun.

Passaremos o dia em Samagun. A esta altitude já é fundamental que aclimatemos, para evitar o perigoso mal de altitude. Não iremos ficar no refúgio/lodge o dia todo, iremos explorar a vila rica em cultura Budista, observar o estilo de vida e viver a sua cultura. Teremos mais actividades durante o dia, ou faremos uma marcha de montanha até ao acampamento base do Manaslu, local onde as expedições partem para a “conquista” do seu cume, ou vamos até ao Lago Birendra e subimos uma aresta rochosa para visitar o Mosteiro Pungyen. Este mosteiro fica a Sul de Samagun, atrás de uma aresta rochosa em frente ao Manaslu, com paisagens deslumbrantes sobre os glaciares ali presentes. O lago Birendra, é um lago glaciar a 3540 metros de altitude, onde blocos de gelo caem para o lago. Regressaremos a Samagun, onde iremos pernoitar.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço, jantar.

manaslu-and-birendra-lake.jpg

13º Dia: Samagun até Samdo, 3875 metros de altitude. Distância: 5 Quilómetros. Duração: 3 a 4 horas.

O percurso de hoje será mais fácil. Passaremos áreas de pastagem e subiremos o vale. O trilho leva-nos por florestas, onde poderemos observar extraordinárias paisagens naturais. Ao chegarmos ao Rio Budhi Gandaki, passaremos uma ponte de madeira e subiremos o rio. Aqui teremos extraordinárias paisagens para a montanha Manaslu, até chegarmos a Samdo, vila onde os Tibetanos se refugiaram.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

samdo.jpg

14º Dia: Samdo até Dharamsala, 4480 metros de altitude. Distância: 11 Quilómetros. Duração: 3 a 4 horas.

Desceremos um pouco através de campos com paredes antigas, atravessaremos outra ponte de madeira acima do Rio Bhundi Ganadaki. Passaremos por inúmeras bandeiras de oração e muros com orações inscritas nas pedras, sinal que estaremos a chegar a Larkya La Pass. Após esta passagem teremos o privilégio de observar outro lago glaciar de seu nome Larkya, sem dúvida deslumbrante. Continuando o nosso trilho, mais acima chegaremos a Guest House de pedra, a 4450 metros de altitude. Não é um refúgio/lodge, é um abrigo, mais conhecido por Dharamsala ou Larkya La Phedi.

Pernoita com pequeno-almoço, almoço e jantar.

around-mt-manaslu-larkya-la-pass-trek3.jpg

.15º Dia: Dharamsala até Bhimtang, 3720 metros de altitude. Passagem Larkya La Pass, 5160 metros de altitude. Distância: 24 Quilómetros. Duração: 7 a 8 horas.

Um dos pontos altos desta actividade é a passagem de Larkya La pass a 5160 metros de altitude. Após um pequeno-almoço mais cedo que o habitual, sairemos de Dharamsala para um dia inteiro de marcha de montanha (trekking). A meteorologia torna-se um factor fundamental, que decidirá se a marcha de montanha será mais desafiadora, pois ventos fortes e tempestades podem ocorrer. Percorremos a moreia do glaciar, descendo até um pequeno lago. O nosso trilho continua pela moreia até ao final de uma aresta. As bandeiras de oração marcam o trilho, e com cuidado desceremos até uns lagos congelados e subiremos novamente. No topo da passagem podemos observar paisagens únicas para as montanhas: Himlung Himal, Cheo Himal, Kang Guru e o imponente Annapurna II. Ao vivermos o momento e admirarmos a beleza natural ao nosso redor, o trilho levar-nos-à ao topo da moreia e voltarmos a desce-la, até aos 4450 metros de altitude. Assim que continuarmos a descer, o trilho torna-se mais fácil até chegarmos a outro vale e várias casas irão surgir, indicando que estamos a chegar a Bhimtang.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

Bhimatang.jpg

16º Dia: Bhimtang até Gho, 2250 metros de altitude. Duração: 4 a 5 horas.

Depois do pequeno-almoço iniciaremos o trilho, passaremos uma ponte suspensa de madeira, continuaremos por um trilho onde teremos por companhia pinheiros silvestres e rododendros. Outros animais irão surgir durante o dia pelo trilho tais como ovelhas, cavalos, passáros, macacos. Faremos uma subida por uma encosta íngreme, onde estão presentes várias bandeiras de oração. No cimo desta encosta poderemos ver a montanha Lamjung, com todo o seu esplendor. Após uma marcha numa das margens do rio, chegaremos ao nosso objectivo do dia, a aldeia Gho.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

Lamjung.jpg

17º Dia: Gho até Dharapani, 1910 metros de altitude. Duração: 3 a 4 horas

Continuamos a descer para altitudes mais baixas. Passaremos por muitos terrenos de pastagens. Acabaremos por chegar à aldeia de Tilje. Esta aldeia é famosa por causa do Brandy. Após esta aldeia, seguiremos pelo trilho, rodeados de floresta. A partir daqui as encostas do Vale Marsyangdi surgem. Depois da última “dificuldade” do dia chegaremos a Dharapani.

Pernoita em refúgio/lodge com pequeno-almoço, almoço e jantar.

Dharapani.jpg

18º Dia: Desde Dharapani de autocarro até Besisahar, 760 metros de altitude. Duração: 4 a 5 horas. Depois até Kathmandu de autocarro. Duração: 7 horas.

O dia de hoje será totalmente na estrada, já fora dos trilhos. Após um pequeno-almoço muito mais cedo que o habitual, sairemos de Dharapani para Besishar em jeep ou autocarro. O cenário da viagem, também vai ser extraordinário. Passaremos por vilas, pelo Rio Marsyangdi. De acordo com o plano chegaremos a Besisahar antes das 15 horas, para que possamos apanhar o último autocarro para Kathmandu.

Chegada a Kathmandu, pernoita em hotel com pequeno-almoço.

19º Dia: Transfere do Hotel para o Aeroporto Internacional de Kathmandu. (24 horas até chegarmos a Portugal)

O representante da organização levar-nos-à em transporte privado até ao aeroporto. A viagem de avião até Portugal demorará 24 horas.

 PREÇO INDIVIDUAL:

  • 2000 € ( Voos à parte. Reserva connosco os voos Portugal - Nepal - Portugal. Quanto mais antecedência forem reservados os voos, mais barato os preços)

  • 1 ª Prestação: 1000€ até 15 de Agosto de 2020

  • 2 ª Prestação: 1000€ até 15 de Dezembro de 2020

Inscrições através do email trilhosecumes@gmail.com

LISTA DE MATERIAL INDIVIDUAL:

Será enviada uma lista detalhada, após a inscrição na actividade. (Vestuário e equipamento)

O QUE ESTÁ INCLUÍDO ?

  • Acompanhamento técnico do Guia de Montanha Profissional Português durante a actividade ( Nota: se os participantes forem só 2 na actividade, não inclui Guia de Montanha Profissional Português, sendo os participantes integrados num grupo internacional e com Guia de Montanha Profissional Nepalês )

  • Transporte privado do Aeroporto de Kathmandu para o Hotel e do Hotel para o Aeroporto de Kathmandu.

  • Transporte de Kathmandu para Arughat

  • Transporte de Arughat para Soti Khola.

  • Transporte de Dharapani para Kathmandu.

  • 3 Noites em Hotel, Quarto Duplo com pequeno-almoço em Kathmandu.

  • 16 Pequenos-Almoços durante a marcha de montanha (trekking)

  • 16 Almoços durante a marcha de montanha (trekking)

  • 15 Jantares durante a marcha de montanha (trekking)

  • 15 Noites em refúgios/lodges em regime de quarto duplo, durante a marcha de montanha (trekking)

  • 1 Carregador por dois participantes (elemento da organização que transporta o vestuário e outro material de cada participante na actividade. 9 Quilos no máximo por cada participante)

  • Alojamento, Seguro, Refeições, Salários dos Carregadores.

  • Licença de Conservação e Permissão de Trekking da Região do Manaslu.

  • Óximetro para prevenção e monitorização do oxigénio no sangue, para prevenção do mal de altitude.

  • Kit Médico.

  • Certificado de participação do Trekking do Manaslu.

  • Jantar de despedida em Kathmandu com a organização.

O QUE NÃO ESTÁ INCLUÍDO ? 

  • Voo de Portugal - Kathmandu - Portugal (Sob consulta. quanto mais rápido reservar o lugar na actividade e solicitar-nos a reserva nos voos, mais barato serão os bilhetes de avião)

  • Visto Turístico de Entrada no Nepal ( Solicitar na embaixada no Nepal, o visto de entrada para 30 dias no mínimo )

  • Taxa de excesso de bagagem para os carregadores ( Máximo 9 Quilos por participante)

  • Almoços e Jantares em Kathmandu antes e depois do Trekking

  • Noites extra em Kathmandu

  • Despesas pessoais ( Compras, Internet, Álcool, bebidas durante as refeições, duches de água quente, carregamento de bateria de telemóvel, chamadas telefónicas)

  • Vestuário e Equipamento Pessoal

  • Oferta monetária aos carregadores

  • Custos adicionais provocando atrasos causados por deslizamento de terras, condições meteorológica.

  • TODAS AS DESPESAS QUE NÃO ESTEJAM DESCRIMINADAS NA SECÇÃO “ O que está incluído ? “